21h30

Mercado de congelados registra alta em vendas

A migração do consumidor para o atacarejo contribuiu para aumento das vendas

Compartilhe
Sabor e qualidade aliados à praticidade, são os atributos responsáveis por impulsionar as vendas de batatas congeladas no setor de autosserviço alimentar. Segundo dados divulgados pela Kantar WorldPanel, especialista global em comportamento de consumo com base em painéis contínuos de consumidores, a categoria que se faz presente em 30% dos lares brasileiros, registro um aumento de 17,7% do volume, entre julho de 2014 a junho de 2015. A migração do consumidor para o atacarejo contribuiu para aumento das vendas, já que, de julho de 2015 a junho de 2016, o canal elevou sua participação na categoria em 4 pontos percentuais. Além disso, queda da alimentação fora do lar também acabou contribuindo para este crescimento. Segundo Ricardo Hvenegaard, gerente de marketing varejo da McCain, para explorar ao máximo esta importante oportunidade e conseguir alavancar ainda mais as vendas, a empresa que é líder mundial na produção e venda de batatas pré-fritas congeladas, tem compartilhado com seus revendedores algumas dicas muito eficazes, como manter uma boa organização das embalagens no freezer, a fim de melhorar a visibilidade do produto, e expor a categoria entre itens de consumo correlato. “Posicionar a batata ao lado de vegetais congelados é pouco estratégico”, enfatiza Hvenegaard. Outro ponto muito importante é oferecer uma diversificada gama de opções com itens capazes de agradar aos mais diversos tipos de consumidores. Por esta razão, apesar de ter a batata palito como responsável por 80% de suas vendas no varejo, a McCain tem investido em novos cortes como caseiro, rústico, assada, canoa - para ser degustado com molhos - e emoticons, inspirados nos desenhos e expressões do mundo virtual.  Versões que podem ser preparadas da forma tradicional, no forno e, até mesmo, no microondas. Otimista com as perspectivas do mercado, a McCain prevê para os próximos meses um crescimento de 20% em suas vendas, gerado pelas férias de verão, época em que o consumo costuma aumentar. Além disso, a empresa está investindo em um completo Centro de Distribuição que, localizado em Pernambuco e que, em breve, deverá começar a operar.  
Compartilhe
Deixe seu comentário
Acesse
Leia também no
Newsletter
Receba no seu e-mail todas as novidades da Revista Distribuição
Facebook Instagram YouTube
Cadastro 5
Cadastro 5
Cadastro 5
Fale com a redação
(11) 5572.1221
Ramal: 206
Publicidade
(11) 5572.1221
Ramal: 210
2016 - 2017. Revista Distribuição. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo | Agência Digital