13h26

Sebrae incentiva adoção de código de barras para micro e pequenas empresas

Por dia, 6 bilhões de bips da leitura do código de barras são ouvidos ao redor do mundo

Compartilhe
Sebrae incentiva adoção de código de barras para micro e pequenas empresas

O código de barras pode ser um importante aliado de micro e pequenos empresários para otimizar processos, gerenciar melhor os estoques e implantar inovações. A implantação da tecnologia repercute na potencialização dos resultados e aumento das vendas. Por isso, o Sebrae Nacional incentiva a adoção do código de barras em todos os segmentos de atuação. Graças à parceria firmada com a Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil, responsável pelo padrão global de identificação de produtos e serviços como o código de barras e radiofrequência (EPC/RFID) e comunicação na cadeia d e suprimentos a entidade tem qualificado seus colaboradores para que possam repassar, com ainda mais propriedade, as informações necessárias ao público-alvo.

O trabalho conjunto entre Sebrae e GS1 Brasil levou ao mapeamento das principais necessidades quando o assunto é codificação de produtos e sua aplicação aos negócios. Esses dados, compilados, foram distribuídos a todas as unidades do Sebrae no País, via ensino a distância. Em outra frente, para auxiliar os empreendedores a compreender melhor o funcionamento deste mecanismo, criaram a Cidade Virtual, um infográfico que detalha como a GS1 Brasil faz para aumentar a eficiência das cadeias de suprimentos, a lucratividade dos negócios e a melhoria na experiência de compra do consumidor.

Os processos padronizados, em função da estrutura numérica dos códigos, auxiliam a administração e elevam as possibilidades de negócios. Para que isso seja possível, é preciso observar os requisitos técnicos para a sua correta construção e uso como cores e tamanhos para cada tipo de produto e aplicação. É como se fosse uma impressão digital: a identificação é única do produto. Isso é possível graças ao Número Global do Item Comercial, o GTIN, uma estrutura numérica específica por produto. O código EAN-13 (13 dígitos) é o mais utilizado para a codificação de produtos com leitura nos caixas do varejo, não só no Brasil, mas no mundo. Mas a evolução do código de barras é permanente, e novas tecnologias são lançadas, caso do GS1 Databar e GS1 Datamatrix. Cada código de barras, dentro de suas características, permite a rápida captação de dados, velocidade nas transações, precisão nas informações e possibilita atualização em tempo real. Tudo isso permite maior controle, diminuição de erros, gerenciamento remoto, velocidade no atendimento de pedido e clientes e redução de custos com erros de digitação e desvios.

O Sistema GS1 é adotado mundialmente por mais de 1,4 milhão de empresas dos mais variados portes e ramos de atividades, desde um artesão até grandes conglomerados industriais. Depois que um produto sai da fábrica, inicia um longo caminho até chegar às mãos do consumidor. “O uso de uma linguagem padrão global entre os parceiros de negócios é um dos fatores críticos do sucesso na obtenção de resultados”, destaca o presidente da GS1 Brasil, João Carlos de Oliveira.

Por dia, 6 bilhões de bips da leitura do código de barras são ouvidos ao redor do mundo. Uma prova de que essa tecnologia ganhou uma proporção tamanha que não se pode mais imaginar a cadeia de suprimentos sem ela. Uma linguagem internacional de negócios, códigos que orientam o comércio mundial. “O código de barras é um instrumento fundamental para identificação de itens comerciais e captura automatizada. Ele permite o acesso das empresas a novos mercados”, garante Flávia Costa, coordenadora de Educação da GS1 Brasil.

 Sobre a Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil 
A Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil, é uma organização multissetorial sem fins lucrativos que representa nacionalmente a GS1 Global. Em todo o mundo, a GS1 é responsável pelo padrão global de identificação de produtos e serviços (Código de Barras e EPC/RFID) e comunicação (EDI e GDSN) na cadeia de suprimentos. Além de estabelecer padrões de identificação de produtos e comunicação, a associação oferece serviços e soluções para as áreas de varejo, saúde, transporte e logística. A organização brasileira tem 58 mil associados. Mais informações em www.gs1br.org.

Compartilhe
Deixe seu comentário
Acesse
Leia também no
Newsletter
Receba no seu e-mail todas as novidades da Revista Distribuição
Facebook Instagram YouTube
Cadastro 5
Cadastro 5
Cadastro 5
Fale com a redação
(11) 5572.1221
Ramal: 206
Publicidade
(11) 5572.1221
Ramal: 210
2016 - 2017. Revista Distribuição. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo | Agência Digital